Mostra Visual de Poesia Brasileira - Poéticas Sonoras Verbais Visuais


18/09/2007


o vento da rosa

e
se algum tempo
faltar-lhe vento
permaneça em afasia
ouça o silêncio
e
se ouvir um sopro quieto
sou eu
que guardei o sopro
dentro da rosa
e
lhe falo mais
sou sopro
sou rosa
sou prosa

soprosa
para florescer.

dmorreale

http://danymorreale.blospsot.com

http://videolog.uol.com.br/arturgomes

 

Escrito por arturgumes às 13h36
[ ] [ envie esta mensagem ]