Mostra Visual de Poesia Brasileira - Poéticas Sonoras Verbais Visuais


19/04/2008


Todo Dia é Dia de Índio!

Marginália Poética Musical

 

a poesia de Artur Gomes, Bernardo Vilhena,

Cacaso, Chacal, Cazuza, Raul Seixas e Torquato Neto

nas vozes de Alexandre Ferram, Artur Gomes, Reubes Pess,

Toninho Ferreira e grande elenco

Coordenação e Direção: Dedé Muylaert

Dia 24 Abril 19:00 – Palácio da Cultura

Campos dos Goytacazes

 

Todo Dia É  Dia D – Artur Gomes interpreta Torquato Neto,

Participações Especiais: Mayara Pasqueti e Ana Gusmão

http://br.youtube.com/watch?v=6hINoJnMttY&feature=related

 

Riverdies – Still Remains – Rock de Verdade

 http://br.youtube.com/watch?v=3k0FRyoPoKo

Dia 3 Maio  no Empório Ipanema – Ipanema Rio

 

Alex Melch - Vocal
Fil Buc - Guitarra
Leo Graterol - Guitarra
Gui Farizeli - Baixo
Guto Lobato – Bateria

 

Bossa No Vinil

http://br.youtube.com/watch?v=iyNmUuI2CS0

 

“se você disser que eu desafino amor

saiba que isto em mim provoca imensa dor”

 

 

Fulinaíma Produções:
http://youtube.com/cinemanovo
mais vídeos e clipes veja aqui
http://youtube.com/carnavalha




 

Escrito por arturgumes às 09h25
[ ] [ envie esta mensagem ]

 

CANTO INFAME

Patife
é matéria
que quebra
quando cai.

Vaso ruim,
se espedaça,
cacos, farelos,
pó que o vento leva
pro inferno.

Estátua de sal,
um olho maior
espatifa-o
basta voltar-se
para trás.

Antônio Mariano

Escrito por arturgumes às 09h22
[ ] [ envie esta mensagem ]